DSC 1415 SmallA Secretaria Municipal de Segurança e Direitos Humanos e a Guarda Civil Municipal realizaram na manhã desta terça-feira (07), na quadra do Ginásio Municipal “Mário Covas Junior”, a formatura de 850 alunos das escolas municipais e Obra Madre Marina Videmari, que participaram do Programa Patrulha da Paz durante o ano de 2017.

 

O evento contou com a presença do Secretário Municipal de Educação, Valdir Paixão, que na ocasião representou o prefeito Mario Pardini; do Secretário Municipal de Segurança e Direitos Humanos, Adjair de Campos; do comandante da GCM, Sérgio Luís Bavia; além de outras autoridades, pais e familiares dos alunos.

O Patrulha da Paz promove encontros quinzenais ministrados pelos guardas Nóbrega e Jayme. Eles são responsáveis por aplicar aulas teóricas para os estudantes na faixa etária entre 9 e 11 anos. No início do ano foram distribuídas cartilhas do programa que auxiliam o aprendizado teórico. Como complemento, são promovidas aulas práticas que contam com a parceria de órgãos públicos.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) desenvolve o tema “Pequenos Acidentes Domésticos”, enquanto a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semutran) coordena exercícios relacionados ao Trânsito Seguro.  Os temas Ordem Unida (que consiste em um treinamento para os desfiles cívicos) e História da GCM ficam por conta da própria Guarda Civil Municipal.

Além disso, os alunos participantes realizam duas avaliações sobre os temas ensinados ao longo do ano letivo, que tem início em março e término em novembro. Além disso, os estudantes são avaliados em outros quesitos como: cuidados com a apostila, comportamento e quantidade de faltas. Tudo isso é somado e levado em conta ao final de cada ano, determinando os vencedores.

Este ano de 2017, 14 escolas participaram do Patrulha da Paz: EMEF Angelino de Oliveira; EMEF Raul Torres; EMEF José Antonio Sartori; EMEF Paulo Guimarães; EMEF Francisco Guedelha; EMEF Professora Elda Moscogliato; EMEF Raymundo Cintra; EMEF Doutor João Maria de Araújo Júnior; EMEF Luiz Tácito; EMEFI Leonor Bicudo Vizzenzotto; EMEFI Hernani Donato; EMEF Cardoso de Almeida; EMEF Américo V. dos Santos e a Obra Madre Marina Videmari.

Durante a cerimônia, o secretário municipal de Segurança e Direitos Humanos, Dr. Adjair de Campos, fez questão de ressaltar o trabalho que vêm sendo feito nos sete anos pela Patrulha da Paz. “Anos atrás, pegamos este projeto, que tinha uma ótima ideia, mas era pequeno. Atualmente, nos gratifica ver o quão longe chegamos com a GCM abraçando esta ideia em conjunto com nossos parceiros, e levando a Patrulha da Paz adiante”, resume.

Para o Secretário Valdir, a abrangência de 850 alunos alcançada  pelo Programa Patrulha da Paz tem uma importância muito grande para a Rede Publica Municipal de Ensino.

“O programa trabalha com o tema cidadania com os nossos alunos, promovendo o respeito, companheirismo, solidariedade humana, principalmente num mundo tão conturbado, marcado pela violência , marcado pelos conflitos, desde aqueles individuais, interpessoais e até conflitos geopolíticos que vivenciamos nos dias atuais”, colocou Valdir.

“Iniciativa como essa, que começou em 2010 em uma escola da Rede Municipal com a Diretora Conceição é de tamanha importância para que os nossos alunos, em parceria escola e família, possam cada vez mais desenvolver aquilo que chamamos de valores, tão necessários para a sobrevivência da própria humanidade”, conclui Valdir Paixão.

Premiação

A cerimônia contou com homenagem aos melhores alunos de cada escola, às professoras das salas com maiores índices de rendimento;   aos guardas civis responsáveis e também a parceiros do Programa.

Foram premiados ainda os cinco primeiros lugares da classificação geral, todos com 100% de aproveitamento. Além dos troféus, eles foram contemplados com uma bicicleta. Os alunos são: Guilherme Nagatami de Mattos, da Obra Madre Marina Videmari; Barbara Rebeca Antonio de Oliveira, da EMEF Cardoso de Almeida e Lucas Carvalho, Camilli de Oliveira Santos e Giovana Bernardi Fogaça de Almeida, todos da EMEF Angelino de Oliveira.

Ao final houve a premiação da “Escola Nota 10”. Quem levou o troféu foi a EMEF Angelino de Oliveira, que obteve 86,7%  de média.

Histórico da Patrulha da Paz

O projeto teve início em 2010, quando a GCM apadrinhou um projeto embrião já existente na Emef Professor José Antonio Sartori (Jd. Eldorado). Naquele ano, a Patrulha da Paz contou com a participação de 150 alunos, da escola Sartori e Raymundo Cintra (Vitoriana). Já no ano de 2011 foram firmadas as matérias que são ministradas até hoje.

Com o passar dos anos, os responsáveis pelo projeto, também moldaram suas aulas e matérias, além do material didático. Em conjunto com parceiros, expandiram este modelo, que hoje abrange 850 estudantes de 14 escolas de Botucatu.

 
DSC 1209 Small DSC 1358 Small DSC 1235 Small
DSC 1238 Small DSC 1362 Small DSC 1374 Small
DSC 1378 Small DSC 1434 Small